SÁBADOS, ÀS 19H, NO BOM JESUS/IELUSC

Sessão 3/7 - Um Profeta



Um Profeta
Condenado a seis anos de prisão, Malik El Djebena, meio árabe, meio córsico, é analfabeto. Ao chegar à prisão, aos 19 anos, totalmente sozinho, ele parece mais jovem e mais frágil do que os outros presos. O líder da facção dos córsicos dá a Malik uma série de “missões” a serem cumpridas. Ele aprende rápido e se fortalece, ganhando a confiança do chefe da facção. Malik usa toda a sua inteligência para desenvolver discretamente o seu plano.
Desde sua estréia no Festival de Cannes 2009, quando foi considerado um dos favoritos ao lado do então vencedor, A Fita Branca de Michael Haneke, Um Profeta tem recebido todos os louros por parte da crítica e do público. Aguardado desde seu último filme, De tanto bater meu coração parou, de 2005, Jacques Audiard retorna com uma visão profunda e crua das relações sociais contemporâneas. Através do franzino Malik, Audiard apresenta uma leitura tensa e analítica da construção do poder na europa da virada do milênio, enquanto a pseudo igualdade da União Europeia sufoca as diferencias culturais, pasteurizando a sociedade por meio das instituições do estado.
Com clima de O Poderoso Chefão e movimentos de câmera a Tarantino, Um Profeta surpreende a cada cena pela riqueza da construção estética equilibrada a uma fluência de cinema comercial que se encerra como um grande clássico.

Um Profeta (Un Prophete)
Diretor: Jacques Audiard
Roteiro: Thomas Bidegain, Jacques Audiard
Fotografia: Stéphane Fontaine
Trilha Sonora: Alexandre Desplat
Origem: FRA/2009
Gênero: Drama

::::::

1 Comment:

Território Nenhum said...

Bacana o blog. Gostei!! Faça nos uma visita também.

abs
Záia